14 fevereiro 2012

Acrescenta-me um ponto...

... e fala-me de erotismo.
Assim, começou este desafio, pelas mãos de Gonçalo Cardoso, com o mote "renovação e intensificação do espírito de unidade e imaginação da blogosfera", devendo cada blogger, escrever um parágrafo para a história inicial se ir completando... com criatividade!
Sendo a 13ª herdeira desta corrente, que me foi passada pela Red Wings... Libertya, não podia/queria, de todo, dizer-lhe que não... afinal, é ELA que passa o testemunho! :)
O meu, esse, vai direitinho para a pena de um muy especial fallen Angel... Gadreel. ;)
Ousem...

(Nota: Quebrei a regra da extensibilidade de 5 linhas. Espero que compreendam a minha dificuldade na síntese...)


As regras da rubrica "Acrescenta-me um ponto!":

1 - O texto, constituído por vinte parágrafos, terá início no blogue "O Sabor da Palavra" (http://osabordapalavra.blogspot.com), segundo o seu autor Gonçalo Cardoso.

2 - Cada bloguista terá direito a um parágrafo do texto com o máximo de cinco linhas.

3 - Após a realização do parágrafo respectivo, cada bloguista terá que seleccionar outro bloguista que cumpra a continuidade do texto, segundo as regras mencionadas.

4 - Cada bloguista terá o limite máximo de três dias para realização do parágrafo, estando sujeito a desclassificação da rubrica e seleccção de novo bloguista por parte do seu autor.

5 - Cada bloguista assinará o seu nome e respectivo blogue na lista dos participantes.

6 - O último participante ou autor do vigésimo parágrafo, finalizará o texto e partilhará com o autor do blogue "O Sabor da Palavra" para a sua divulgação no blogue inicial.

7 - Sejam criativos.


 Gonçalo Cardoso

"20 horas. Jantar no Hotel Ritz. Jorge, um delegado de propaganda médica, observa o charme de Leonor, uma jovem e ambiciosa advogada, de olhar penetrante, lábios carnudos e um vestido de cetim justo, com um decote revelador da sua pele delicada e fina. Do outro lado da mesa, Leonor pede a Jorge que lhe sirva um cálice de vinho tinto, enquanto repara na sua barba cuidada, nos olhos verdes e na camisa justa e semi-aberta..."

Scarlet Perry

À medida que o vinho quente e escarlate cai no seu copo largo e obscuro, Leonor recorda o primeiro encontro sexual de ambos: os cheiros, os fluídos, os sons e sensações...e sente-se de repente algo desejosa de Jorge. Deu um pequeno golo e lambeu uma gota malandra que cismou em ficar nos seus lábios carnudos e desenhados com uma cor forte.

- Estou louca por te sentir! - Sussurrou ela - Não sei quanto tempo mais aguentarei!"

Puzz

"Jorge coloca a mão direita sobre a mesa convidando outra mão a aconchegar-se dentro da sua. Leonor responde com um gesto delicado tocando-lhe suavemente e encaixando a sua mão no conforto da dele.

-Desejo-te a cada minuto. - Diz Jorge com uma voz quente e aconchegante, pensando que quando está com ela todo o mundo e os seus problemas desaparecem, e as suas tumultuosas vidas parecem fazer algum sentido. - Quando te vou ter só para mim? - questiona-a em jeito de desabafo."

S*

"Ela sorri, com aquele jeito malandro de quem quer mais mas teima em não o admitir. Sem se aperceber, deixou-se enrolar num mar de emoções com este homem de olhos verdes. Não quer só mais um encontro. Não quer só mais uma noite. Como dizer-lho? Mordisca o lábio num tique nervoso. Ajeita o cabelo, ergue os olhos e enfrenta-o.

- “Desta vez o jogo vai ser jogado segundo as minhas regras. Aceitas?”

Malena

“Aceito!”- responde-lhe, enquanto a sua mão aperta mais a dela.

Jantam quase em silêncio, os joelhos de ambos roçando-se... Os olhos de Jorge mal seguem os movimentos do garfo, presos a ela, expectantes, observando-lhe o peito ofegante, os lábios trémulos que tantas vezes afloraram cada recanto do seu corpo … Mal acabam, surpreende-se pela forma súbita como ela o arrasta pela mão até ao carro. “Deixa que te guie ao meu mundo!”- diz-lhe ela."

Orquídea Selvagem

"E ele deixou-se conduzir por aquela mulher que lhe inebriava completamente os sentidos. Entraram no Alfa Romeo Spider descapotável de Leonor e dirigiram-se a uma velocidade vertiginosa até a um palacete luxuoso na linha de Cascais, onde decorria uma festa privada só para adultos. Antes de saírem do carro, ela debruça-se sobre a bagageira e de lá retira uma venda para os olhos de cetim preto e duas máscaras com pequenas plumas e brilhantes. Jorge disfarça o seu embaraço... dá-lhe a mão e entram juntos na festa."

Me

"Abrem-se as portas do palacete, estilo árabe, colocam as máscaras e entram… Jorge não consegue disfarçar a admiração perante a grandiosidade daquele espaço soberbamente decorado, incitando à luxúria. Entram num salão amplo, onde uma sensual morena, apenas em lingerie toca piano, acompanhada de um par dançante… As pessoas estão elegantemente vestidas, e o ambiente é altamente excitante, quente, erótico… onde o sexo deixa de ser “pecado”, onde a palavra proibido é eliminada!... Ao fundo do salão ergue-se uma majestosa escadaria que conduz aos quartos temáticos…

- Subimos?... pergunta Leonor num tom quente e convidativo."

El Solittario

"Jorge engole em seco,,, uma das suas fantasias está prestes a se tornar realidade,,,todo aquele ambiente transpira sensualidade, sexualidade, vontade, tesão,,, decidido dá-lhe a mão,,, Leonor encaminha-o para o andar de cima,,, lentamente sobem os degraus,,, um a um,,, à medida que se aproximam do topo os murmúrios provenientes dos quartos tomam forma de gemidos, sussurros de prazer,,, Já no andar de cima Jorge depara-se com um longo corredor ladeado de tochas,,, Leonor, aproxima-se da primeira porta,,, abre-a,,,"

Just Me

"O espetáculo que se lhe oferece é um festim para os seus sentidos... Mas, é nesse momento que Leonor o trava e lhe diz... "-Tens muitos quartos aqui... só podes escolher um... e vais ter de o escolher sem saber o que está nos outros... Queres ficar por aqui?" Jorge fica especado por momentos a admirar o espetáculo que se desenrola à sua frente... Uma mulher despindo-se, provocando... Olha para Leonor e apenas com o seu olhar recusa este quarto... Aproximam-se da segunda porta, abrem-na... Dois pares de olhos fixam-nos como que a perguntar... "-Juntam-se a nós?"

Patife

"O magnetismo que incendiava o olhar não deixou espaço para dúvidas ou recusas. Fecharam a porta atrás de si sem se aperceberem que estavam a abrir uma outra porta nas suas vidas. Lá dentro, a dança dos corpos desvendava uma intensa alquimia. Encostada à pele, a lascívia mistura-se, entranha-se e enlaça. Na ânsia que os corpos a absorvessem. Jorge trepidava. Por dentro. Os seus dedos percorriam os contornos da pele húmida sem se atreverem a penetrar. Lábios como chamas, olhares como fagulhas do desejo. Até que Leonor se aventurou a percorrer as escalas do desejo e os corpos inflamaram-se, provocando o degelo dos corpos quentes."

Stargazer

"Naquele quarto envolto na penumbra, onde apenas uma lareira crepitava, pintando o ambiente de tonalidades vermelho e laranja paixão, Leonor foi-se deixando derreter nos braços daquele homem intenso. Jorge, inebriado pelos suspiros  que  Leonor deixava escapar por entre os seus lábios carnudos, sentia-se arrebatado por tanta volúpia, numa tempestade que ameaçava afogá-lo nas águas turbulentas do desejo.

Foi então que a porta se abriu e no seu limiar surgiu uma figura que ninguém esperava: ali estava ela, mais esplendorosa do que nunca, com um vestido branco translúcido, que lhe pendia do ombro em suaves pregas e lembrava uma imagem da Deusa grega Afrodite. Os seus longos cabelos de caracóis negros envolviam-lhe o rosto de uma beleza estonteante, e roçavam o seu outro ombro nu, numa carícia sedutora, transformando-a numa aparição que rondava o divino.

- "Boa noite", disse ela, dando um passo decidido em frente."

Libertya

"Jorge parou e olhou para a figura que se apresentava diante dos seus olhos, completamente enfeitiçado. Leonor sorriu maliciosamente e com uma cumplicidade notável, pediu para que avançasse. Quase que flutuava tal era a sua graciosidade, posiçionando-se por detrás dele.Beijou-lhe o pescoço, desconcertando-o. Deixou que o seu toque o arrepiasse, subindo pelo seu ombro, Leonor estava deliciada e fitava-o, os seus olhos estavam raiados de desejo e luxuria. Tirou-lhe a máscara, deixando que a outra figura feminina lhe pusesse a venda de forma calma, apenas ela veria aqueles olhos verdes magnetizantes naquele momento, seriam apenas seus. Jorge ouviu um sussurro...

 - Abandona-te e, prepara-te para o êxtase...

Venus in red


... sentindo o murmúrio quente soprado no ouvido, tentou tomar consciência do tinir que teimosamente o despertava e, com os olhos ofendidos, pela claridade repentina, percebeu que…afinal… vivera um sonho... (?!)
"Senhores passageiros, fala-vos o comandante. Em nome de toda a tripulação, esperamos, que tenham tido um voo agradável e, informamos que dentro de momentos, preparamos a aterragem em Veneza. Desejamos...".
Amaldiçoando a voz masculina que soava ao microfone, tentou recompor-se... - hmmmm... algo estranho se passa - pensou…
Procurava localizar-se, quando o seu olhar chocou com a bela mulher instalada na poltrona a seu lado, logo, recordando a primeira vez que a vira, no embarque. Ficara então bastante impressionado, pela sua figura e feminilidade.
Jorge, ergueu-se ligeiramente e voltou a sentir algum desconforto… levantando o agasalho que lhe cobria as pernas, viu em sobressalto, que o fecho das suas calças se escancarara, revelando o seu sexo húmido e (ainda) com sinais de claro intumescimento…
Desconcertante!
Prendeu sem medo o olhar na companheira de viagem que, fitando-o, se levantou e, pedindo licença, passou à sua frente, "perdendo" no seu colo, um papel dobrado. Dirigiu-se à cauda do avião.
Jorge, permaneceu sentado e, ainda atordoado abriu o papel. "Bem vindo ao Carnaval de Veneza! Com uma máscara dourada... Continua a tua fantasia! 041 5051809"





Lista de participantes:

1- Gonçalo Cardoso / O sabor da palavra
2 - Scarlett Perry / Scarlett Perry
3 - Puzz / HeliPuzz
4 - S* / As minhas pequenas coisas
5 - Malena / Da Malena
6 - Orquídea / Orquídea Selvagem
7 - Me / ...Play with me...
8 - El Solitario / El Solittario
9 - Just Me / The little secrets of mine
10 - Patife / Fode fode Patife
11 - Stargazer / Postcards from Heaven
12 - Libertya / Libertya
13 - Venus In Red / Voluptás
14 - Gradeel / Paradise Lost

22 comentários:

Moi disse...

Venus,
Uma grande reviravolta na história... mas tenho de confessar-te ficou soberbo. ADOREI!



Beijos em ti! :)

Moi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Gadreel disse...

...não sou digno de entrar nesta morada devido à enorme arte de escrever que por aqui li no post...


mas tentarei rasurar com a alma que não tenho!


beijo-te

-___-

Libertya... disse...

Eu sabia.... :D

Ficou explêndido! A viragem perfeita à história, e diga-se de passagem, que vai ser continuada por alguém que lhe vai dar um toque bem... bem... Bom, vou esperar para ler. :P

Perfeito Vénus!

Beijo
(das Red Wings)

:)

Stargazer disse...

Não poderia estar melhor. Adorei o twist & turn inesperado que só uma Deusa do Olympo poderia dar.

(Embora com batota, porque 5 linhas, são 5 linhas)...mas está tão perfeito que...só me resta suspirar!

Beijo (terreno)

Gonçalo disse...

Feliz por criar esta coincidência no dia dos namorados. A história mudou de forma surpreendente mas ganhou de novo um interesse acrescido. Apenas um reparo para os próximos participantes, já faltam poucos parágrafos e terá que existir um final à altura dio belo texto que se está a criar.

Beijinhos ***

Venus in red disse...

Antes dos agradecimentos aos vossos comentários, deixo aqui uma ressalva (importante): esta mudança de rumo, na história foi um impulso "Spiritus"... :) [para quem me acompanha, sabe o que quero dizer! Para os restantes; o responsável pela ideia de viragem, foi o espirituoso dono do meu sentir, a quem chamo... Sunshine! :)] Eu, só escrevi... Ele idealizou e retocou!







Basium
(de sol)

Venus in red disse...

Moi

Uma reviravolta que muito prazer, fez correr por aqui! ;)

Obrigada, querida!





Basium
(soberbo em ti)

Venus in red disse...

Gadreel

Meu Anjo caído... não digas isso, nem a brincar! És mais que digno, de entrar nesta e em TODAS as moradas... pelo ser que és e, pela pena que possuis entre mãos!

A tua continuação, é prova disso mesmo! Como disse lá, reúne todos os ingredientes, para um rumo spicy... em ebulição!
Bravo ragazzo! :)







Basium
(in tutti i colori)

Venus in red disse...

Libertya

Obrigada, querida! Confesso(te), que também gostei do resultado! Agora, que a continuação está publicada... podemos suspirar...
Casanova renascido?! ;)

Perfeito?! ... em Boomerang! ;)






Basium
(nas asas... in red)

Venus in red disse...

My Star

Obrigada, querida! :)
Twist&turn com um sabor muito especial, posso assegurar!

Na tua caixa de correio... também eu, deixo por lá alguns suspiros inebriantes...






Basium
[espiritual ;)]

Venus in red disse...

Salvete Gonçalo! :)

Antes de mais, parabéns pela iniciativa! Gostei muito! :)

[Foram alguns os apontamentos giros: sou a participante nº13, vi o desafio no dia 13 e escrevi o texto no dia 14 (S.Valentim)... :)]

Quanto ao texto... foi algo que surpreendeu em duas vertentes e, escreve-lo foi muito prazeroso!
Expectante, pelo terminus! :)








Basium

Moi disse...

Minha querida,

Venho só dizer que está um selo lá no meu canto para ti, vai lá buscar.



Beijos em ti!

Lunna disse...

Un pasional relato donde la atracción entre ambos aumenta en cada renglón.

Bonita y sensual historia.

Besos.

Lunna.

carla disse...

Um lindo blog com uma leitura perfeita para quem gosta ,amei


Se quiseres visita-me e serás bem vinda

bjo e bom fim de semana

Carla Granja

http://paixoeseencantos.blogs.sapo.pt/

Rusty disse...

Sem sombra de duvida que foi uma revira-volta fenomenal.. é daquelas quebras que só vem reforçar o desejo e vontade de continuar a ler esta historia que se escreve com varias mentes.. o toque de sedução, erotismo dado por este paragrafo eleva a mente para as fantasias venezianas, bem ao estilo do filme eyes wide shut.. parabéns

Vintense disse...

Um projecto muito interessante. Gostei

Venus in red disse...

Moi

Não sei porquê, deixei estes comentários, sem resposta...

Vou tentar lá ir buscar... se encontrar... ;)

Obrigada! :)







Basium

Venus in red disse...

Lunna

Relatos de quem se embrenhou e viveu a história, como se fosse sua... teve um final... surpreendente! ;)







Basium

Venus in red disse...

Salvete Carla

E... obrigada!
Gosto sempre que gostem... claro!

Irei espreitar esses encantos, sim... ;)






Basium

Venus in red disse...

Salvete Rusty

Obrigada! ;)

Um corte que serviu de impulso, para o que se leu de seguida... até à sua surpreendente conclusão!
O registo de escrita erótico, apesar de poder parecer, não é fácil, se o quisermos... estimulante!







Basium

Venus in red disse...

Salvete Vintense

Deveras interessante, também gostei muito!

Que venham mais... :)





Basium