23 janeiro 2011

Água...

Roubada daqui






... que
... me queima a pele.
... me amolece.
... me inspira vontades.

Dispo-me devagar, sentindo o calor do aquecedor.
Transformo uma rotina, num ritual sensual... só para mim!
Todos os movimentos brandos, suaves, cuidados... reflectem-se no espelho, onde me admiro.
As minhas mãos são a carruagem, que transporta exuberante encomenda... a minha vontade!
A sua condução é coordenada... rigorosa. Todos os caminhos são percorridos, explorados, aflorados!
Sem me preocupar, cometo os mortais pecados, numa cadência voluptuosa.

Já com a Água em fortes, quentes e relaxantes salpicos inundando-me o corpo, aquieto-me no seu domínio. Opto por um gel de banho especial... no seu aroma... textura... sentir...
Espalho-o abundante e suavemente... despertando sensações e arrepios.
Repito movimentos. Retorna a vontade, há pouco (voluntariamente), interrompida.
Movida pelo agradável ambiente que me envolve, encosto as costas na parede fria.
Hummm... que contraste delicioso...
Os meus braços, têm vontade própria... as mãos, como se não me conhecessem... tocam, massajam, beliscam, agarram... há unhas que se cravam...

Entretando, satisfeita a minha vontade de pele, deixo-me de merdas... abro as pernas, colocando um pé na aba da banheira e, ataco-me sem demoras!
O meu dedo médio, alternando ritmos, produz uma dança incessante de sensações... frenéticas...
As coxas... sinto-as como se não me pertencessem... bamboleando!
Deito-me... em posição fetal, mas de barriga para cima e pernas afastadas, no seu expoente máximo.
Introduzo dois dedos, sentindo-os quentes e húmidos. Dentro de mim, a carne palpita, sôfrega de desejo...
... curvo-os em sinal de chamamento, massajando o meu esponjoso tesouro... rapidamente, violentas ondas me tomam de assalto, roubando-me o discernimento... não preciso dele!
Com a palma da mão, pressiono-me no exterior, enquanto que, em impulsos suaves na pressão, mas precisos no toque, executo uma divinal coreografia...
Fecho os olhos, sentindo-me levitar, solta, leve... entrego-me...
Quero o universo em segundos... usufruir... por isso, diminuo o ritmo...
A força espásmica que me acomete é vulcão explosivo... o sangue ferve, o coração dispara, a respiração em braille... sorvo até ao último instante, essa mágica energia que me doma o corpo e escraviza a mente...
Hummm... adoro ser gueixa e senhora de mim própria! Ter-me, numa torrente febril, inebriante, esgotante...

Depois, permito-me a longos momentos... de lânguido repouso...
Doce preguiça à chuva...

30 comentários:

Erótica.plus disse...

wow!! Esse texto é uma maravilha. Gostei muito mesmo. Um momento de prazer solitário... Bom demais. bjs.

UN disse...

adoro a inteligência na simplicidade que empregas nas palavras,descrição nua e crua do momento...já te disse que adorei? sublime!
beijo(te) em tragos leves...á tua escolha.

Desejo Evidente disse...

Mas que lindo texto, Venus... ser senhora de nós, ser gueixa, dar o corpo a quem o queremos dar... puro prazer.

Stargazer disse...

Venus,

Fui e vim, molhada por gotas mornas de água sensual, perdida no desejo desperto pelas tuas palavras.

Lindíssimo.

Já te disse que adoro este teu (novo) lado, não disse? Mas apetece-me repetir-me vezes sem conta.

Beijo a gotejar,

El Solittario disse...

fiquei com água na boca,,,
por um banho desses,,,
; )

beijo-te,,,

Venus in red disse...

Erótica.plus

Obrigada, querida! :)

Bom demais, mesmo... esses prazeres solitários! ;)






Basium
(a levitar)

Venus in red disse...

Salvete UN!

Hummm... com esta descrição nua e crua, revive-se o momento... esse sim, tornando-se... sublime! ;)

[já te disse que num momento UNico... me surpreendeste?! ;)]






Basium
(leves tragos... de mel espesso)

Venus in red disse...

Desejo Evidente

Obrigada, querida! :)

Um deleite...
... "manobrar" e entregar o nosso corpo, a nosso bel prazer!






Basium
(inebriante)

Venus in red disse...

My Star

Vai e vem... as vezes que apetecer, eu gosto de te ver por cá(e lá), nessas deliciosas repetições!

Porque... também eu, me perco e me rendo no outro Olimpo, chamado... Notebook!






Basium
(numa coreografia lenta... gota-a-gota)

Venus in red disse...

El

Bad Boy... é um banho... solitário!
Está portanto, ao alcance... das tuas mãos! ;)






Basium
[preguiçoso... :)]

Sammael the Morning Star disse...

“Uma vida só já basta” – É justamente o facto de termos apenas uma vida, que nos obriga a viver intensamente cada segundo.


Albert Einstein


beijo

( de volta para te ler )

Venus in red disse...

Sammael

Ou, já tantas vezes repetida por mim; "You only live once, but if you do it right, once is enough", daquela senhora, por quem nutro uma predilecção especial - Mae West

... e cada segundo, se soubermos usufrui-lo, é uma dádiva, por isso que o vivamos assim, como dizes... intensamente!


[já com saudades, my black Angel...]







Basium
(em braille)

Serge disse...

texto maravilhoso... ;)

bj doce

Venus in red disse...

Serge

Obrigada!

Não tinha dúvidas, que gostarias... ;)




Basium

Nikita disse...

Descrição emocionante... de momentos por vezes bem divinos e de verdadeiro relax...
Maravilhoso!!
;)

Sweet Kiss

Venus in red disse...

Doce Nikita

Obrigada! :)

Momentos esses, que estão além da própria satisfação... ;)






Basium
(smooth)

El Solittario disse...

já te disse que tenho uns braços compridos,,,
; )

beijo-te provocadora,,,

Venus in red disse...

El

Tanta água na boca... e agora a culpa é dos braços?! lol





Basium
(angelical)

O Santo Diabinho disse...

Venes

Adorei como sempre perder-me nas tuas palavras sábias, navegando pela tua água de desejos intensos que envolveu os teus dedos.

Adorei a dança dos sentidos e dos mortais pecados.

Beijo Inundado

Venus in red disse...

Santo

Sabes que adorar... adoro eu, a tua visita!

Os meus desejos... são ensejos, saciados em água, fogo e ar...





Basium
(à chuva)

soft_inblue disse...

sabe bem ler-te...e de que maneira ;)Despertas sensações..crias imagens mentais que me ficam na cabeça..

um beijinho...suave como sempre!

Venus in red disse...

Sweet and soft_inblue

Sabe bem saber(te) aqui... idealizando imagens, obtendo sensações...

Desfruta(as)...
;)





Basium
(criativo)

El Solittario disse...

angelical, braços compridos e banho, são três palavras que não combinam,,,
; )

o bad boy beija-te,,,

Venus in red disse...

El

Um Anjo de braços compridos e esguios, banhando-se em cálidas águas...

O que não combina, nesta frase?! :)





Basium
(of a naughty angel)

El Solittario disse...

i rest my case,,,

quando os anjos têm asas negras, raramente se lembram destas inocências,,,
;P

beijo-te nas asas,,,

ઇ‍ઉ MαsкєĐ ઇ‍ઉ disse...

Perfeito esse texto.. uma entrega, leve.. que faz bem.

beijo

Venus in red disse...

El

Beijo(te) n(os) braços...
;)






Basium
(aquele...)

Venus in red disse...

Salvete ઇ‍ઉ MαsкєĐ ઇ‍ઉ!

Obrigada!

Perfeitas são as sensações, sim... leves e, que sabem bem! ;)






Basium

Felina disse...

Foi a descrição mais sublime que ja li sobre do prazer solitario... quase que senti a água a cair...

Venus in red disse...

Doce Felina

Palavras felizes que contam um prazer sem limites... o do auto-conhecimento! :)

Fico feliz em saber que te tocaram, na pele... ;)






Basium
(de água quente)