08 agosto 2011

Eu em ti...


Roubada daqui



A forma, como a tua mão navega no meu rosto, não fosse profusa e clara, eu não ficaria aí, tomada por ela, enganchada no espaço, içada no tempo, sem beira e sem rede.
É no teu existir, objecto do depósito do meu sentir mais imediato e primário, que lanço os dados, de um não-jogo a preto e branco, ansiando a aguarela, que, não sendo perfeita nos seus limites e rabiscos, é exímia para mim.
A redenção do meu eu, que raramente existiu num qualquer pretérito, por mais que perfeito fosse, transborda-me agora, em canto de mérula, no consciente saber que o cognitivo forma.
No sabor que lambo, escorrendo dos poros sedentos de ti.
Não entendeste ainda, que o tear que me desfiou, fez linho de linhas amarrotadas, amontoadas ou dispersas, é certo, mas, não usurpou a essência ou capacidade de trajar verdade e querer e o imaculado sentir, que mora sem tecto, por causa de ti e, com raízes fundas... no âmago de mim ...
Não me dês esse olhar antigo, que resulta das causas enclausuradas, no teu tempo decorrido e gasto. Não cismes ou sentencies, o meu eu do indicativo, que floresceu do autêntico!
A abundância do mergulho mão-a-mão, é reveladora de um axioma de sentidos, não devendo ser confiscada, pela abundância de temor, do engano!
Em mim, mora a genuinidade e o tributo ao estado, à Alma e, ao caprichoso coração, que por amor se algemou a ti!
Solta-te em mim, que sou bambú moço, esculpido nos nós, formados pelo voo do nosso querer!
Porque o meu, fala-me assim...

8 comentários:

Deh... disse...

Seu Blog é lindissimo
Bjssss

oldmirror disse...

Bom texto. O que fica escondido sabe ainda melhor.

sinais-de-fumo.blogspot

Venus in red disse...

Salvete Deh!

Obrigada e, bem vinda a este Olimpo! :)

Já espreitei para o lado de lá e, gostei da temperatura... ;)






Basium

Venus in red disse...

oldmirror

Obrigada! :)
Sim, é certo que o sabor do que fica velado, é sobremaneira estimulante...






Basium

Lost Soul disse...

...és um sonho de sensualidade Dama Maior! Palavras para quê!!! Seriam a mais!


beijo

Lunna disse...

Un texto donde las letras se transforman en caracias sobre la piel.
Siempre es un placer pasear entre tus renglones.

Besos.

Lunna.

Venus in red disse...

My Angel

Vens do Between Heaven and Hell e, deixas-me assim... (quase) sem palavras... por seres quem és e, pela forma como dizes... :)

Mas... estas palavras são... especiais e indispensáveis! :)

[como já não nos deixas, deixar palavras lá... digo-te aqui que, aos sorrisos imprevisíveis, como dizes e muito bem, não há defesas que subsistam... que resistam...

Abre a porta do 5º andar! ;)







Basium
(venusiano)

Venus in red disse...

Lunna

Estas palavras, são essas carícias, esse querer...
São a mão, que navega na pele...
São o coração, que se manifesta em doces decibeis...

São a Alma cheia...


Sabes que gosto, que passeies por aqui! ;)
Prazerosa, a imagem que deixas ao caminhar...





Basium
(acariciado em ti)