04 outubro 2010

That's it...

18 comentários:

Sammael the Morning Star disse...

nem mais doce Vénus...nem mais!


beijo (suspirado)

Venus in red disse...

Sammael

Fieis a nós próprios! E quem não gostar... não interessa!

;)






Basium
(verbalizado)

Ysl disse...

Quem quer.. quer! Quem não quer.. andor!;)
Beijo

soft_inblue disse...

concordo;) Se formos sempre sinceros com os outros e fieis à nossa verdade quem se importar connosco leva isso como uma critica construtiva. Andarmos cá pra agradar aos outros não dá com nada. Como dizes "fieis a nós própios"

Libertya... disse...

Até podemos nos camuflar, moldar (?) mas nunca perder a nossa essência,essa... nunca!!!


Beijo
(from me, myslef and I)

El Solittario disse...

"mai nada",,,

quem não gosta, só tem de seguir outro rumo,,,
que uma coisa é ir fazendo pequenas cedências,,, outra muito diferente e moldar-se a outrém,,,
; )

beijo meu (original),,,

doiSabores disse...

A verdadeira essência é a mais pura.
Beijos de quem não se importa...

Venus in red disse...

Ysl

E... tá tudo dito!

:)





Basium

Venus in red disse...

soft_inblue

Quem se importa, aprecia e admira a nossa verdade! Não compreendo, um gostar diferente... baseado em vulnerabilidades de carácter!

;)




Basium

Venus in red disse...

Libertya

As relações inter-pessoais, sejam elas quais forem, crescem, alimentam-se e resistem, na ausência de máscaras! No seu inicio, por força do desconhecimento, são descomprometidas, depois... revelam-se!

Essas escolhas que referiste, deixam-me mixed feelings...

O molde ao outro, pode conduzir á infelicidade e perda da verdadeira essência... pelo caminho pode esquecer-se de quem é!

O camuflar... bom, acredito e já o disse, que todas as máscaras acabam por cair!
(Pode enganar-se uma pessoa por muito tempo, podem enganar-se muitas pessoas, por pouco tempo, mas... não se pode enganar toda a gente, o tempo todo)








Basium
(da minha essÊncia)

Venus in red disse...

El

Certeiro!

As relações são dificeis, mas se não existirem cedências, tornar-se-ão... impossiveis!

Apesar da linha ténue, entre a cedência e o menosprezo pelo nosso eu... há que saber quem somos e para onde vamos! ;)






Basium
[filosofal ;)]

Venus in red disse...

doiSabores

... e o Eu Real, a nossa verdade!





Basium
(puro)

Stargazer disse...

Querida,

A essência jamais se deve perder. Pode (e deve) haver compromissos, mas se "vendemos" uma imagem que não a intrínsecamente nossa, acabamos por perder a Alma pelo caminho e às tantas não sabermos quem somos.

Sou acérrima defensora de que devemos mostrar-nos, sobretudo no início de um relacionamento,exactamente como somos, opara darmos hipótese ao(s) Outro(s) de decidirem se gostam ou não. Depois desta fase, existe então a adaptação de duas personalidades a um relacionamento, ao "Nós". E isso é válido para todos os relacionamentos humanos, não apenas para os amorosos.

Beijo-te, em gotas de Stargazer (por vezes, impossível), mas sempre, sempre, sempre EU!

Venus in red disse...

Star

A essência nunca se perde...
Umas vezes acontece, um esquecimento e/ou adormecimento do Eu, causados por vulnerabilidade emocional(no timing errado) ou de personalidade!
Outras, a tal máscara, que por falhas de carácter, preguiça ou manha se instala, escondendo e dissumulando o que não se quer mostrar!

Como diz a frase... sejamos verdadeiros, no matter what!





Basium
(de Venus)

Vontade de disse...

Ideia imensamente acertada.

Venus in red disse...

Vontade de

Mesmo!
... o respeito de/por nós, nasce assim...





Basium

Stargazer disse...

embora este não seja o local apropriado para o fazer...

...ADOREI o comentário de Mae West.

Beijo without evil, but with a little devil inside :)

Venus in red disse...

Star

Tão apropriado, como outro qualquer!

Essa Mulher (Mae West), é digna da minha atenção, como poucas...
... e como poucas, desperta admiração!
Porquê?!
Por várias razões, mas agora, serve um... porque sim...
;)





Basium
[devolvido da mesma forma ;)]